30 de nov de 2012

RPG: Minha primeira narrativa via SKYPE!

 
Comentei a algum tempo que narraria minha primeira One Shot via Skype e mesmo com um certo atraso finalmente cumpri o que disse e narrei.

Narrei Mighty Blade para um grupo de 5 amigos, todos novatos ou inexperientes com RPG, via Skype e com a ajuda do RRPG para rolagens de dados.

Não me aprofundarei muito na narrativa, esperarei terminarmos pra, talvez, fazer um post ou até passar a One Shot pra cá. Porém ela funcionou bem com suas devidas limitações, e pensando nelas que decidi fazer essa pequena listinha de prós e contras:

PRÓS

- Narrar via skype é terrivelmente fácil, ele funcionou muito bem e não deu problema algum na comunicação entre o grupo.

- O RRPG continua sendo um programa extremamente util pra qualquer um que queira jogar online. Ele permite mensagens de voz de forma semelhante ao quase-extinto MSN porém o Skype funciona infinitamente melhor pra isso, afinal, é uma ferramenta especializada.

- As facilidades padrões da internet, ou seja, narrativas com pessoas geograficamente distantes sem problema algum.

- A narrativa online apresenta diversas vantagens como acesso a programas, sites, imagens, mensagens privadas, etc. Não usei muito disso nessa narrativa, mas as oportunidades estão lá. (Claro, isso pode ser resolvido com um tablet ou netbook numa mesa física, mas isso ainda é raro)

- Interpretar sozinho falando pra um microfone pode ser mais confortável para quem é timido, no grupo não acredito que alguém fosse realmente assim logo essa fica como vantagem complementar mesmo, alguns podem gostar, outros não.

CONTRAS

- Inicialmente foi BEM complicadinho eu decorar de quem era cada voz. O grupo era relativamente grande (cinco pessoas) que eu praticamente nunca havia falado ao vivo antes e na maioria das vezes precisei me guiar pelo próprio skype pra identificar de quem era cada som, então cuidado quando narrar com desconhecidos, isso pode ficar confuso...

- Ficar interpretando e falando coisas estranhas em uma sala em um ambiente familiar que não conhece RPG pode soar esquisito, mas isso é algo ocasional, não chega a ser um problema sério.

- O RRPG serviu bem, porém a falta de mapas na versão free deu uma travadinha no combate (que felizmente o sistema ajudou a não causar problemas). Sendo tudo por voz, eu fui obrigado a preparar já um terceiro e quarto site pra fazer o mapa E mostrar pro grupo em tempo real. 

- Quem já jogou com os amigos sabe que FAZ falta a interação "cara a cara" do grupo todo na mesa. Eu ri bastante, teves momentos interessantes, etc. Mas que faz falta, faz.

RESUMINDO

Da pra jogar tranquilamente RPG via Skype e pretendo continuar nessas oneshots sempre tentando sistemas novos seja com esses ou outros jogadores, porém, não trocaria a presença física por isso por mais comodo que seja. Claro, posso acabar mudando de ideia com o tempo, mas no momento, a narrativa com os amigos é mais do que um simples jogo e sim um encontro entre companheiros de longo tempo, o que é sempre bom.

Mas pra você que não tem grupo ou ta longe dos amigos por qualquer motivo, tentem o Skype! É de graça, ninguém perde nada e se divertirão quase como em uma mesa real, só precisarão adaptar algumas poucas coisinhas e pronto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário